Contratos no Rio Grande do Norte com empresas suspeitas em licitação são renovados

Os contratos com as empresas fornecedoras de alimentos para os restaurantes populares no Rio Grande do Norte foram renovados pela Secretaria de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas). A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado deste sábado (16).

No último dia 18 de dezembro, uma denúncia a promotores do Patrimônio Público resultou na prisão de oito pessoas nesta sexta-feira (18) em uma ação do Ministério Público do Rio Grande do Norte e da Polícia Civil durante a realização de uma licitação na Secretaria de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas).

Segundo o MP, o do trabalho conjunto foi o Pregão 002/15 referente à licitação do Restaurante Popular. As prisões aconteceram em flagrante quando os detidos estavam na Sethas. Após a detenção, eles foram levados à Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária (Deicot).

Foram renovados os contratos com as empresas MAKROS – CONSULTORIA, TURISMO E EVENTOS LTDA-ME, PONTA DISTRIBUIDORA DE ALIMENTOS E SERVIÇOS LTDA, SOL EMPREENDIMENTOS COMERCIAIS DE ALIMENTOS E SERVIÇOS LTDA e MEIODIA REFEIÇÕES INDUSTRIAIS LTDA.

Os contratos com as empresas tem validade por 126 dias, podendo ser renovados por igual período.

Fonte: http://www.defato.com/

Related Posts

Leave us a reply

LiveZilla Live Chat Software
Olá, em que podemos te ajudar?
Enviar